Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

Você é o que você vê...

Imagem
Quando você olha a sua volta, o que vê? Qual a sua reação em relação aos momentos diários que fazem parte de sua vida? No contemplar pessoas e problemas que cruzam a sua frente no frenesi diário, as atitudes muitas vezes rápidas que você toma nos momentos de decisão de sua vida, têm sido corretas ou meras reações impensadas sem nenhuma preocupação no que irá refletir depois?Há um ditado que diz: “Você é o que você come”. Eu, porém, desenvolvi outro que também é adequado ao nosso momento atual: “Você é o que você vê”.Jesus, certa vez, disse que os nossos olhos são a lâmpada do nosso corpo:São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão! Mateus 6:22 e 23.Por isso, novamente, te faço a pergunta do início: quando você olha a sua volta, o que vê? Seus olhos vêem compaixão pelas pessoas (e compaixão não…
Imagem
Uma vez por ano elas submergem – pessoas modernas – no anonimato das máscaras sem nome. Uma vez por ano elas querem gozar como desconhecidas, aquilo que a vida oferece. Uma vez por ano elas se livram das amarras da responsabilidade, das preocupações e da autodisciplina. Mas como passam rapidamente os dias de divertimento sem controle! A toda bebedeira segue uma ressaca; todos que usam máscaras serão desmascarados.Existe alguém que não se deixa enganar pela tua fantasia, - Alguém diante de cujos olhos de fogo não existem pessoas atrás das máscaras. Os olhos do Deus vivo e santo vêem todas as coisas. Eles te seguem sempre e em todos os lugares! Na Bíblia está escrito:“Senhor, tu me sondas e me conheces. Sabes quando me assento e quando levanto... Esquadrinhas o meu andar e o meu deitar, e conheces todos os meus caminhos... Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também... Se eu digo: As trevas, com efeito, me enco…