Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2018
Imagem
Pérolas Diárias 
20 de Fevereiro"Disse também Deus a Abraão: A Sarai, tua mulher, já não lhe chamarás Sarai, porém Sara. Abençoá-la-ei, e dela te darei um filho: sim, eu a abençoarei, e ela se tornará nações; reis de povos procederão dela." (Gênesis 17.15-16) Depois que o Senhor deu o novo nome a Abraão, no mesmo capítulo da Bíblia vemos que Ele se ocupa com Sarai. Em outras palavras: "Abraão, sua mulher faz parte da bênção!" Seu nome Sarai já tinha um significado bonito: "Minha princesa". Sara significa "mãe fecunda de povos". A maravilha é que Abraão e Sara se contentaram unicamente com a Palavra de Deus, sem ver, sem provar, sem sentir e sem experimentar. Essa é a fé que precisamos em nossos dias. Não vemos muito. Sua Palavra, Sua promessa deve ser suficiente para nós. "Sim, Senhor, eu creio!" Porque Abraão e Sara creram, o Senhor os renovou, e eles puderam ser pai e mãe de muitos povos. O Senhor também quer fazer isso em sua vida…
A TRÍADE TRÁGICA
           Se há questão eternamente atual é a do sentido da vida. Do que vemos hoje, daquilo que acontece ao nosso redor, conseguiremos dar uma resposta satisfatória à questão? Não, evidentemente. Vivemos o suprassumo da imbecilização em todos os campos aos quais é possível alçar o tanto de humanidade que carregamos conosco, humanidade essa constantemente relegada ao plano das consequências, objetualizada em sua essência, suprimida em suas potencialidades. Na política, na ética, na moralidade, na cultura, na história, nas relações sociais – vivemos num circo romano, com imperadores psicopatas, leões famintos e aplausos de uma plateia oligofrênica e profundamente neurótica.             Há quem procure respostas à questão do sentido da vida no futuro, no porvir, no devir, o que, por fim, gera apenas a ansiedade e a consolidação de nossa situação trágica: não há respostas no futuro – o futuro é um produto abstrato, filho das possibilidades estatísticas geradas por leitura…