Postagens

Imagem
foto: Ccpixs.com

O Tribunal de Cristo Thomas Lieth “Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo” (2 Co 5.10). Os destinatários da Segunda Carta aos Coríntios eram filhos de Deus, pessoas renascidas que um dia estarão com o Senhor. Apesar disso, 2 Coríntios fala de um tribunal e de um julgamento que ainda virá. Está escrito que “todos nós” compareceremos diante do tribunal de Cristo. O apóstolo Paulo inclui a si mesmo ao usar o plural, nós. À primeira vista, essa passagem parece estar em contradição com João 5.24, que diz: “Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida”. Mas essas passagens serão contraditórias apenas se não levarmos em consideração que haverá diversos julgamentos futuros. Em sua carta aos coríntios, Paulo está mencionando um julgamento bem diferente d…
Imagem
foto: Dave Owen

Está tão difícil esperar! “... sendo fortalecidos com todo o poder, de acordo com a força da sua glória, para que tenham toda a perseverança e paciência com alegria, dando graças ao Pai...” (Colossenses 1.11-12a). Ele queria muito saber o que estava escondido dentro das caixas de presente. Curioso como era o nosso pequeno Stefan, com seus 3 anos de idade, ele mexeu tanto com suas mãozinhas nas caixas até que conseguiu rasgar todas elas. O seu “bigode” de chocolate denunciou a sua transgressão. Ah, essa impaciência! Também acontece com você? Temos uma imensa dificuldade em esperar. Tamborilamos nervosamente com as pontas dos dedos na mesa. Ficamos irritados quando as coisas não correm conforme havíamos imaginado. Reagimos exaltados a cada toque de campainha. Poderia ser o celular. Afoitos, forçamos o trinco da porta a ponto de arrancar a maçaneta dela. A passagem, porém, permanece fechada para nós. É simplesmente assim: pessoas impacientes são companhias desagradáveis. …
A Lei e a GraçaIA Lei de DEUS (Parte I)
I - INTRODUÇÃO

O tema da Lei divina em confronto com o da Graça está sendo debatido atualmente em muitos fóruns evangélicos. O assunto é tratado também em muitas matérias teológicas. Todavia, é muito estranho haver quem procure estabelecer contradição nas declarações bíblicas, onde realmente não existe. Não há contradição alguma entre LEI e GRAÇA. Equivocadamente muitas correntes religiosas têm defendido a idéia de duas épocas distintas:

a) Dispensação da Lei – Antigo Testamento;

b) Dispensação da Graça – Novo Testamento.

Muitos bondosos e sinceros cristãos desprezam a Lei de Deus, proclamando que, com a vinda de Cristo, Ele “ab-rogou” a Lei e estabeleceu a Graça. Em outras palavras afirmam que a Graça veio anular a Lei, tornando-a sem nenhum efeito. Esta crença originou-se da leitura do seguinte texto bíblico:

“Porque a Lei foi dada por Moisés; a Graça e a verdade vieram por Jesus Cristo.” João 1:17

Com base neste texto, muitos sinceros cristãos procl…
Imagem
foto: Philipp Zieger

Fé com profundidade “Mas, quanto a mim, ficarei atento ao Senhor, esperando em Deus, o meu Salvador, pois o meu Deus me ouvirá” (Miqueias 7.7). Nas circunstâncias externas da vida você sempre encontrará algo que contrarie a sua fé. Você consegue confiar no Senhor Jesus quando seu intelecto grita: “Isso nem é possível!”? Estando no alto das montanhas da fé é fácil agitar as bandeiras da alegria. No entanto, precisamos retornar ao vale da realidade e submeter nossa fé aos duros desafios da vida. Nossa fé precisa ser provada se ela pretende ser reconhecida como genuína. E então acontece que passamos “pelos vales” e milhares de perguntas parecem permanecer sem resposta: “Senhor, por quê? Por que justamente comigo? Qual a provação para minha fé nesse momento? Em que nível está agora a confiança no Senhor Jesus? Por que essas dores, por que essa enfermidade? Por quanto tempo mais? Por que esse acidente trágico?”. Como é bom poder confiar em um Senhor que tem uma respost…
Imagem
Páscoa - Como Tudo Começou Thomas C. Simcox De todas as celebrações de Pessach (a Páscoa judaica), apenas uma foi a verdadeira. Ela aconteceu mais de 34 séculos atrás, quando o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó estava fazendo os preparativos para libertar Seu povo escolhido da escravidão no Egito. O Senhor havia enviado Moisés e seu irmão Arão a Faraó para exigir que fosse permitido aos israelitas irem para o deserto a fim de adorá-lO. Faraó se recusou a dar a permissão. Então, Deus atacou o Egito com nove pragas devastadoras. Mesmo assim, Faraó ainda se recusou a permitir que os israelitas deixassem o Egito. Então, Deus falou a Moisés: “Ainda mais uma praga trarei sobre Faraó e sobre o Egito. Então, vos deixará ir daqui; quando vos deixar, é certo que vos expulsará totalmente” (Êxodo 11.1). Deus, como sempre, fez como havia prometido. A décima praga é a chave para o feriado de Pessach porque envolve o cordeiro pascal. A décima praga foi a morte de todos os primogênitos machos, tan…
Imagem
foto: Mark

Todo Dia Com Paz Quarta-feira 12 Abril E Pilatos escreveu também um título, e pô-lo em cima da cruz; e nele estava escrito: JESUS NAZARENO, O REI DOS JUDEUS... e estava escrito em hebraico, grego e latim. Porque foste morto, e com o teu sangue nos compraste para Deus de toda tribo, e língua, e povo, e nação (João 19:19; Apocalipse 5:9). A INSCRIÇÃO NA CRUZ Sob a ordem de Pilatos, o governador romano, uma inscrição foi colocada sobre a cruz que dizia: "Jesus Nazareno, o Rei dos Judeus". Sem dúvida os governantes dos judeus consideravam essa inscrição como uma provocação do governador. Eles tinham forçado a mão de Pilatos para condenar Jesus. Então ele mandou registrar que o Homem condenado era o rei dos judeus. Apesar de seus protestos ele se recusou alterar o que estava escrito: "O que escrevi escrevi". Deus agiu para proteger a verdade. Naqueles dias Jesus era conhecido como Jesus de Nazaré; era um título depreciativo, uma vez que Nazaré era uma vila insi…
Imagem
foto: Hamed Saber

Você é amado! “... que me amou e se entregou por mim” (Gálatas 2.20). Está barato! Barbada! Preço arrasador! Normalmente essas chamadas são divulgadas com grande alarde. Os prazos de validade estão vencidos ou os artigos, que há algumas semanas estavam com preços muito caros, agora estão fora de moda. Assim, a ordem é de se livrar das tralhas e bugigangas, mesmo que seja com preços baixíssimos. Muitos filhos de Deus se sentem como se fossem pontas de estoque. Suas vidas estão repletas de trabalho cansativo, com dificuldades, preocupações e lutas. Eles ficam desiludidos quando veem outras pessoas passando voando por eles na pista principal, sem grandes esforços, enquanto eles continuam machucando seus pés na caminhada pela estreita trilha da fé. Quais são os critérios que determinam o valor da sua vida? Conheço pessoas que adquiriram um cachorro porque não se sentiam amadas e valorizadas por mais ninguém além do seu quadrúpede, este que às vezes lhes lambe a mão com s…