Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016
Imagem
Pérolas Diárias 
18 de Dezembro"Pelo contrário, fiz calar e sossegar a minha alma; como a criança desmamada se aquieta nos braços de sua mãe." Salmo 131.2 No Senhor você encontra tudo aquilo de que precisa! Ele é o perfeito amor. Ele o ama mais do que seu pai e mãe juntos seriam capazes de amar você. Davi sabia de que estava falando quando disse inspirado pelo Espírito Santo: "...em Deus, ó minha alma, espera silenciosa: dele vem a minha salvação." Você compreende agora por que o espírito de agitação o esgota tanto interiormente, justamente antes das festas de fim de ano? Você diz crer em Jesus, mas, apesar disso, corre pela vida como um animal acossado. Quando, daqui a poucos dias você cantar "Noite feliz", não sossegue até que o seu coração esteja em paz também. Não continue se refugiando no trabalho e nas atividades, mas permita que seja revelado, na Santa presença de Deus, o motivo por que você não consegue sossegar. Não será o pecado? Não será just…
Imagem
A História por Trás do Natal Norbert Lieth Aconteceu no Natal. O dono de uma loja colocou na sua vitrine uma Bíblia aberta com um versículo sublinhado em vermelho. Todos que passavam por ali podiam ler a passagem, um resumo da história do Natal: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu seu Filho Unigênito para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3.16). Duas mulheres pararam na frente da vitrine, viram a Bíblia e leram o versículo. Uma disse à outra: “Que coisa triste! As pessoas envolvem a Bíblia em tudo! Até na festa do Natal!”. Se fizermos uma pesquisa isenta, grande parte dos brasileiros não saberá dizer qual o verdadeiro sentido do Natal. Muitos associam esta festa mais a presentes, à família e ao Papai Noel, do que com a Bíblia. Isso é lastimável, pois é justamente a Bíblia que conta a verdadeira história do Natal, inclusive os detalhes dos bastidores com suas cenas tensas, felizes e surpreendentes. A Bíblia nos conta a mais bela história …
Imagem
Pérolas Diárias 
17 de Dezembro"Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam." 1 Coríntios 2.9 Nosso conhecimento daquilo que Deus tem preparado para nós, que O amamos, é imperfeito. Mas pela revelação do Espírito Santo, será que não conseguimos imaginar uma boa parte daquilo que nos espera? Por exemplo, existe mais um motivo profundo para não chorarmos mais no céu: lá também não haverá mais temor de mudança, modificação e troca; antes pelo contrário, lá você saberá que está eternamente abrigado nEle. O pecado estará excluído e você estará cercado pela presença de Deus. Você habitará numa cidade que nunca mais poderá ser destruída. Você se deliciará num rio que nunca seca, e colherá frutos de uma árvore que nunca perde suas folhas! Todas as coisas temporais se desfazem, e a eternidade permanece sem fim. E enquanto durar a eternidade, lá no alto também perdurará a sua imortalidade e a sua salvaç…
Imagem
foto: Gorilla-Studios

Noite de Paz Norbert Lieth A história do hino de Natal, “Noite de Paz”, demonstra como Deus age através dos fracos e oferece Seu Evangelho livremente para todas as pessoas. O hino “Noite de Paz” também é conhecido como o “hino eterno”. Certamente não existe nenhum hino de Natal que seja mais conhecido do que este. No entanto, não há nenhum renomado autor ou compositor mencionado com ele, nem foi apresentado originalmente por algum cantor famoso, e mesmo assim ele conquistou o mundo todo. Hoje ele é cantado em todos os continentes e já foi traduzido para mais de 330 idiomas e dialetos. É quase impossível imaginar um Natal sem “Noite de Paz”! O início de tudo foi o seguinte: o texto do hino foi composto já em 1816, pelo bispo auxiliar Joseph Mohr, em forma de poesia. No entanto, ela foi apresentada somente dois anos depois, em 24 de dezembro de 1818, na Igreja de São Nicolau, em Oberndorf, Salzburgo. É dito que o órgão da igreja estava sem condições de ser tocado. …
Imagem
Como ajudar quem está em luto? Elsbeth Vetsch Pergunta: "Há um ano morreu nosso querido pai, que era um filho de Deus, com mais de 70 anos. Nossa mãe é também uma filha de Deus. Ambos eram muito ligados entre si. Desde que meu pai faleceu, após longa enfermidade, a nossa mãe não tem conseguido superar isso. Primeiro ela procurou pôr a culpa nos médicos, depois em si mesma. Ela continua indo ao cemitério quase diariamente e lá passa longo tempo ao lado da sepultura do pai. Por este e outros motivos estamos cada vez mais preocupados com ela. Como podemos ajudá-la? Resposta: Quanto mais feliz foi ou é um matrimônio, tanto mais dolorosa é a despedida, a separação! Isto também vale para pais que perderam um filho amado e para filhos que têm de entregar seu pai ou sua mãe. Tristeza não é pecado. O Senhor Jesus também chorou junto à sepultura do seu amigo Lázaro (Jo 11.35-36). Luto e tristeza fazem parte da última despedida, pois não somos robôs insensíveis, mas pessoas que têm uma alma.…