sábado, 20 de maio de 2017



Fé com profundidade

Mas, quanto a mim, ficarei atento ao Senhor, esperando em Deus, o meu Salvador, pois o meu Deus me ouvirá” (Miqueias 7.7).
Nas circunstâncias externas da vida você sempre encontrará algo que contrarie a sua fé. Você consegue confiar no Senhor Jesus quando seu intelecto grita: “Isso nem é possível!”? Estando no alto das montanhas da fé é fácil agitar as bandeiras da alegria. No entanto, precisamos retornar ao vale da realidade e submeter nossa fé aos duros desafios da vida. Nossa fé precisa ser provada se ela pretende ser reconhecida como genuína. E então acontece que passamos “pelos vales” e milhares de perguntas parecem permanecer sem resposta: “Senhor, por quê? Por que justamente comigo? Qual a provação para minha fé nesse momento? Em que nível está agora a confiança no Senhor Jesus? Por que essas dores, por que essa enfermidade? Por quanto tempo mais? Por que esse acidente trágico?”.
Como é bom poder confiar em um Senhor que tem uma resposta para todas as perguntas e problemas. Por isso: acalme-se diante do Senhor e espere nele, pois dele também vem a ajuda para você. Não estamos à mercê do acaso. Esse mundo é e permanece sendo um vale de lágrimas no qual precisamos subsistir. Através de sofrimentos chegaremos à glória. Por isso, não permita que nas horas turbulentas de sua vida o inimigo venha a incitá-lo contra o Senhor. Não permita ser derrotado pelo espírito do desânimo. Na ocasião em que Jó caiu em horríveis questionamentos, e até sua mulher e amigos se distanciaram dele, Satanás imaginou que pudesse vencer o jogo. No entanto, como é bom saber que, nessas horas, nosso Salvador intercede por nós diante do Pai e menciona a ele o nosso nome. Como é bom poder estar seguro da intercessão de nosso fiel Sumo Sacerdote por nós. “[Pedro,] eu orei por você, para que a sua fé não desfaleça” (Lucas 22.32). Que Senhor maravilhoso!
Quando o Senhor Jesus lavou os pés dos seus discípulos, Pedro manifestou sua discordância. Ele não teve compreensão para com o gesto do Senhor. Não, apenas com a lógica humana nunca conseguiremos compreender os maravilhosos planos de Deus. Por isso não devemos ser relutantes quando o Senhor Jesus nos sugere caminhos que não conseguimos administrar tão bem naquele momento. Nessa ocasião não devemos raciocinar tanto, mas confiar e crer com fé singela. “Não falei que, se você cresse, veria a glória de Deus?” (João 11.40). Querido filho de Deus, a sua fé necessita de nova profundidade. É sempre melhor obedecer do que compreender.
Podemos estar certos de que as soluções para todos os problemas da nossa vida estão nas boas mãos de Deus.
Isso me lembra de minha neta que, quando era pequena, tinha medo da ducha e chorava a plenos pulmões quando sua mãe a agarrava e fazia o que estava previsto: tomar uma ducha! A querida mãe não vai prejudicar sua pequena joia, por mais que ela grite e discuta. Do mesmo modo, o Senhor Jesus fará grandes coisas em sua vida se você confiar nele. Algumas coisas ficarão ocultas para nós na terra. No entanto, podemos estar certos de que as soluções para todos os problemas da nossa vida estão nas boas mãos de Deus: “Mesmo que eu não saiba o caminho, tu o sabes; e isso deixa minha alma calma e cheia de paz!” (Hedwig von Redern).
Por isso, deposite sua vida confiadamente nas mãos de seu Senhor. Ele sabe, melhor do que ninguém mais, como fazer o bem para a sua alma. Chegará o dia em que você verá como foi bom ter confiado no Senhor Jesus e que, ao final de tudo, os caminhos difíceis foram caminhos de bênçãos. — Manfred Paul

Manfred Paul é autor de muitos livros, folhetos e brochuras que foram distribuídos em mais de 30 países, encorajando milhões de pessoas. Casado há mais de 50 anos, tem 3 filhos e 10 netos. Foi Diretor e encarregado das missões da organização internacional Janz Team (agora TeachBeyond), em Lörrach, Alemanha. Por 24 anos foi evangelista e líder espiritual da missão Werner Heukelbach, onde pregou na Alemanha e no exterior. Também participou de transmissões de rádio em diversos países, como Alemanha, Rússia e Equador. Aos 76 anos, ele não pensa na bem merecida aposentadoria. Toda a sua vida está a serviço do Senhor Jesus Cristo.
www.chamada.com.br