Os Beach Boys, Brian Wilson e Mike Love, num dia de novembro de 1963, compuseram uma canção relativamente diferente das melodias animadas da banda. Era uma canção pesarosa sobre um amor perdido. Love, mais tarde, disse: “Por mais difícil que esse tipo de perda possa ser, o que fica de bom é ter tido a experiência de estar apaixonado.” Eles intitularam a canção como The Warmth of the Sun (O calor do sol).
O fato de a tristeza servir como catalisador para a composição das canções não é nada novo. Alguns dos salmos mais comoventes de Davi, incluindo o Salmo 6, foram redigidos em momentos de profunda perda pessoal. Ainda que não sejamos informados dos acontecimentos que o moveram a escrever, os versos são repletos de pesar, “Estou cansado de tanto gemer; todas as noites faço nadar o meu leito, de minhas lágrimas o alago. Meus olhos, de mágoa, se acham amortecidos…” (vv.6,7).
Mas não é aqui que a canção termina. Davi conhecia dor e perda, mas conhecia também o consolo de Deus. E portanto escreveu, “o Senhor ouviu a minha súplica; o Senhor acolhe a minha oração” (v.9).
Em seu pesar, Davi não apenas encontrou uma canção, mas também encontrou motivo para confiar em Deus, cuja fidelidade permeia todas as épocas difíceis da vida. No calor de Sua presença, nossas tristezas ganham uma perspectiva de esperança.